Visual merchandising no PDV: o que é e como aplicar

Autor: Tomaz Aquino Assunto: Data: 13 de setembro de 2018
como fazer merchandising no ponto de venda

Diante do atual mercado, cada vez mais competitivo, chamar a atenção do cliente para o seu supermercado se tornou um verdadeiro desafio. Contudo, existem algumas formas de se superar essa dificuldade, e uma delas será abordada adiante: o visual merchandising no PDV.

Mas o que é visual merchandising?

A American Marketing Association define merchandising como a operação de planejamento necessária para se pôr no mercado o produto certo, no lugar certo, em quantidade e preço certo.

Trazendo o conceito para a prática, o visual merchandising no ponto de venda não é nada mais do que expor e apresentar os produtos de modo adequado e estratégico. O intuito é estimular visualmente o consumidor a comprar algo que não necessariamente esteja em sua mente.

Uma pesquisa realizada pelo SEBRAE em 2006 apresenta que o sentido mais usado pelo consumidor no momento da decisão da compra é a visão e diante desse dado o mais inteligente é investir no visual merchandising.

Como aplicar visual merchandising no PDV?

É uma só tarefa, mas que ainda assim pode ser um desafio e tanto para muitos lojistas. Afinal, em um mundo onde todos andam com pressa e com os olhos voltados para o celular, a disputa pela atenção é grande. Pensando nisso nós separamos 6 dicas fundamentais de como fazer merchandising no PDV do seu supermercado, confira:

1. Pense no seu público

Uma regra básica de como fazer merchandising no PDV é se colocar no lugar do seu consumidor. Entretanto,  um erro comum que vários donos de negócio cometem é pensar que o gosto individual deles é igual ao dos clientes.

Cada tipo de negócio tem as suas particularidades, assim como cada público. Alguns preferem procurar mais por promoções, outros acabam se preocupando com a forma de pagamento. Há também quem esteja sempre interessado em novidades.

Dessa forma, ao montar uma vitrine, foque toda a sua atenção em detalhes que fazem diferença para o seu cliente. Pense com ele e destaque o que ele está procurando.

Como o espaço é sempre limitado, o melhor a fazer é tentar encontrar alguns itens que consigam captar a atenção e que façam com que as pessoas entrem. Para isso, trabalhe sempre com produtos que sejam bem atrativos, e não necessariamente com aqueles que você quer vender mais.

Normalmente, os itens que devem ser expostos podem não ser os mais lucrativos, mas o que importa é conseguir trazer as pessoas para o lado de dentro.

2. Tenha uma iluminação adequada

Nossos olhos são atraídos automaticamente para a fonte de luz. Por isso há tantos letreiros luminosos espalhados pela cidade (e que funcionam, inclusive, durante o dia). Todos eles disputam um pouco mais da sua atenção.

Se pensarmos um pouco mais sobre o assunto, vamos perceber que o segredo para uma boa fotografia é, mais do que o cenário, a quantidade de luz que se tem disponível e como ela é trabalhada. Seguindo o mesmo raciocínio, é preciso cuidar da iluminação da sua vitrine para que ela também esteja em boas condições.

Quando falamos em como fazer merchandising no PDV, uma iluminação adequada não queremos dizer que você deve colocar luz em excesso e muito menos que estas luzes estejam voltadas diretamente para os olhos dos clientes.

A luz deve estar focada onde você quer dar enfoque: nos produtos e na decoração expostos. Assim, você ressalta o que é importante sem agredir ou ofuscar a visão de quem passa.

3. Avalie quantos produtos devem ser expostos

Existem 2 formas de como fazer merchandising no PDV: uma delas é colocar vários itens de uma só vez, e a outra é escolher somente alguns poucos. Cada uma dessas 2 formas tem as suas peculiaridades.

Quando um consumidor vê uma série de produtos ao mesmo tempo, a impressão é que há uma grande variedade de opções à venda e que os preços possam ser mais atrativos. Nessa hora, é importante que você se lembre que vitrine não é estoque. Cada item deve ter somente um representante e eles devem ter algum espaço entre eles.

Se tudo ficar muito amontoado, pode ficar até difícil de identificar o que está sendo mostrado (lembre-se de que as pessoas não podem gastar mais de alguns segundos para olhar).

Se, por outro lado, você preferir colocar um número mais reduzido de produtos, passará a mensagem de que o seu estabelecimento tem coisas de melhor qualidade e que, talvez, o preço seja mais adequado para clientes mais exigentes.

Na dúvida, repense sobre a dica número 1.

4. Mantenha a limpeza e a organização

Se a sua vitrine é uma representação do que você tem dentro da loja, ela não pode, em nenhuma hipótese, ficar suja ou bagunçada.

Produtos limpos e uma organização bem-feita trarão um ar de maior cuidado com o seu negócio. Afinal, se o que você tem de melhor para expor e atrair público não estiver em ótimas condições, imagine o que o cliente vai pensar a respeito do que está guardado lá no fundo.

Por isso, de tempos em tempos, confira se os itens estão no lugar certo, se a decoração está bem fixa e se os vidros estão limpos. Certifique-se de que nada vai prejudicar a sua imagem.

5. Faça mudanças

Uma imagem que fica fixa por muito tempo sem alterações tende a começar a fazer parte da paisagem. Isso significa que ninguém mais vai prestar atenção porque já é algo comum e que não desperta o interesse.

Por isso, você deve ter uma rotina de mudanças frequentes no seu merchandising. Assim, terá chances de captar a atenção de quem passar pela sua porta todos os dias.

Mude um pouco a decoração, troque os produtos de lugar, coloque alguns cartazes e altere até a forma de iluminar os produtos. Tudo isso com cuidado e mantendo o foco no seu cliente, é claro.

6. Preste atenção ao centro das gôndolas

Além de sermos atraídos pela luz, como já falamos, todos nós também temos uma certa tendência a gostar de ver ambientes mais organizados. Quando pensamos em como fazer merchandising no PDV, qualquer coisa que esteja aparentemente fora do lugar incomoda o cliente de alguma forma.

Outro detalhe que também rouba a nossa atenção é o centro de uma imagem. Geralmente, damos mais atenção ao que está colocado no meio do aquilo que fica encostado nos cantos, principalmente se estiver bem iluminado.

Por isso, ao montar a sua gôndola ou vitrine, separe um espaço para aquilo que você mais quer divulgar, colocando este item na região central.

Se você quiser dar ainda um pouco mais de foco neste produto, deixe uma margem um pouco maior de distância dele em relação aos demais. Esse “respiro” vai fazer com que ele realmente seja notado por quem está por perto.

Seguindo estas dicas de como fazer merchandising no PDV, o seu negócio terá muito mais chances de captar olhares do seu público e de converter vendas.

Se você gostou deste post, não deixe de se inscrever em nossa newsletter preenchendo o formulário abaixo! Não se preocupe, nós também não gostamos de spam.


Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários