Gestão de fornecedores: por que ela é tão importante?

Autor: Casa Magalhães Assunto: Data: 3 de dezembro de 2018
Gestão de fornecedores: por que ela é tão importante?

A gestão de fornecedores destaca-se como uma das atividades com maior relevância e complexidade dentro do setor empresarial. Mas você sabe por que ela é tão importante?

Neste post, vamos mostrar porque a gestão de fornecedores deve ser um dos pilares de sua empresa, suas principais características e como este processo pode ser otimizado, trazendo inúmeras vantagens para o seu negócio.

Seleção de fornecedores

Para que um negócio possa desenvolver suas atividades de maneira eficiente, é preciso que tenha uma grande variedade de produtos e mercadorias ao seu dispor. É neste momento que entra o papel da seleção de fornecedores.

Este é um processo que requer a busca pelos melhores preços, qualidade, prazos, entrega e outras características que visem a beneficiar o seu negócio. Também é preciso buscar parceiros de negócios inovadores e que tenham capacidade técnica, produtiva e financeira.

De nada adianta você ter um excelente fornecedor de determinada mercadoria se ele não puder cumprir um pedido ou se não houver possibilidade de negociação de prazos de pagamento. Ou ainda fornecedores que por alguma limitação acabam não fazendo as entregas e prejudicam o bom andamento do seu negócio.

Como fazer a seleção de fornecedores?

A seleção de fornecedores é um processo particular de cada empresa, mas alguns procedimentos podem ser levados em consideração para otimizá-lo. É preciso que em seu negócio sejam definidos quais os critérios mais importantes para escolher um fornecedor. Os critérios podem ser preço, prazos de entrega e pagamento e vantagens em pedidos de grande quantidade, por exemplo.

Posteriormente, deve-se atribuir pesos a estes fatores, determinando a importância destes itens e o impacto que eles trazem para a sua empresa. Depois, com base nesta pontuação deve-se escolher uma lista de possível fornecedores.

Lembre-se de levar em conta que algumas características podem ser mais peculiares, como o caso de poucos fornecedores que trabalham com mercadorias exclusivas ou outros que podem trabalhar com estoques similares, ou seja, que podem ser substituídos por concorrentes, entre outras particularidades de acordo com o seu negócio.

Deve-se ter em mente que a seleção de fornecedores também pode ajudar a empresa na questão dos custos, pois a busca por provedores com os melhores fretes, taxas e agilidade na entrega devem ser priorizados. Mas como este processo todo pode ser coordenado?

A gestão de fornecedores

A gestão de fornecedores é o processo de coordenação de todas as atividades que envolvam compras em sua empresa. Assim, é preciso estar consciente que além da seleção de fornecedores, este processo também envolverá o acompanhamento de inventários e o desenvolvimento de uma adequada política de compras.

A gestão de fornecedores visa a diminuir os custos da empresa relativos à estocagem, permitindo que ela administre de forma racional suas mercadorias. Possibilita que ela desenvolva uma política de compras buscando preços mais competitivos, qualidade em suas aquisições e confiabilidade nas entregas.

Outra grande preocupação é o prazo de pagamento que deve ter um equilíbrio com os recebimentos da empresa. Assim, a administração destes valores também deve levar em consideração a flexibilidade de pagamento, descontos, parcelamentos e outras facilidades oferecidas.

Em caso de devoluções, trocas e outras necessidades, também é necessário que a gestão busque parceiros que façam o suporte pós-venda. Este apoio é essencial para que seja estabelecida uma relação de confiança com os fornecedores escolhidos.

O uso da tecnologia

A maior aliada da gestão de fornecedores é a tecnologia. Com o uso de soluções integradas é possível estabelecer, acompanhar e controlar diferentes atividades em sua empresa que são elementares para a gestão de fornecedores.

Um software de gestão possibilita o acompanhamento da base de fornecedores, a descrição deles e informações relativas a preços e outras características dos produtos que serão adquiridos. Isto deixa o processo mais rápido, fácil e confiável.

Com o uso da tecnologia podem ser criadas ordens de compras e acompanhamento dos pedidos. Isto permite um maior controle e racionalização do processo de aquisição de mercadorias, o que gera praticidade e agilidade ao dia a dia.

Na sequência, com o recebimento das mercadorias, um software integrado auxilia na conferência, controle das notas fiscais e verificação das compras. A informação relativa às aquisições também fica disponível e pode ser consultada, gerando uma importante base de dados para a gestão.

Vantagens do uso da tecnologia

No mercado cada vez mais competitivo, o uso da tecnologia já não é mais um diferencial e sim uma necessidade para que um negócio se destaque no seu setor. Assim, investir em um software integrado facilita a gestão de fornecedores e impulsiona sua empresa frente aos concorrentes.

Uma das grandes vantagens é justamente a integração entre diversos departamentos. É possível compreender quais mercadorias precisam ser adquiridas, o giro dos estoques e outras informações financeiras, que aliadas à gestão de fornecedores, serão essenciais para a sua empresa.

Com isso, ela pode evitar custos desnecessários com mercadorias paradas ou perdas com perecíveis ou outros tipos de desperdícios. Além disso, a programação das compras poderá ser mais lógica, trazendo economia e racionalidade para o seu negócio.

Com o auxílio do software, caso exista alguma filial de seu negócio, as mercadorias e produtos podem ser transferidos com acompanhamento fácil e ágil. A segurança dos dados também é garantida, pois o armazenamento digital garante a preservação e a integridade das informações de sua empresa.

Neste post você viu que a gestão de fornecedores é um processo complexo e vital para a administração de um negócio. Ela começa com a seleção dos fornecedores, o processo de escolha dos melhores provedores de mercadorias e a gestão propriamente dita. Este processo deve levar em conta a integração com a área de estoque e compras.

Assim, a tecnologia deve ser a maior aliada do empreendedor, já que otimiza as atividades, auxilia na busca pelos melhores prazos, qualidade e condições de pagamento, diminui custos e acaba trazendo outros inúmeros benefícios e maximização do lucro para o seu negócio. E aí, que tal entender melhor como a tecnologia pode ajudar o seu negócio com as perdas na área do estoque lendo este outro post?

Fique bem informado com nossos conteúdos, assine agora nossa Newsletter!


Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários