Relatório de vendas: saiba como fazer em apenas 3 passos.

Autor: Casa Magalhães Assunto: Data: 5 de fevereiro de 2018
Relatório de vendas

Melhorar os negócios e, consequentemente, a lucratividade é o objetivo de todo empresário, seja ele pequeno, médio ou grande. Afinal, tanto trabalho merece ser recompensado não é mesmo? Neste momento, um relatório de vendas bem estruturado pode ser a ferramenta perfeita para acompanhar os seus resultados.

O que é um relatório de vendas?

O relatório de vendas é um documento que deve ser preenchido pelos vendedores, ou gestores de uma empresa. Nele, constam informações referentes ao volume de vendas realizadas, a receita gerada, o ticket médio e muito mais.

A partir deste relatório é possível levantar informações e dados para aumentar as vendas. Isso significa que a análise do relatório permite identificar as falhas no processo de vendas e, uma vez identificadas, saná-las.

Além disso, o preenchimento do relatório por cada vendedor ou atendente  permite verificar a qualidade da relação dele com o cliente, bem como a sua produtividade.

Como fazer um relatório de vendas?

Existem vários modelos de relatórios de vendas. Contudo, o modelo ideal deve ser escolhido de acordo com o ramo do negócio e suas peculiaridades.

Uma dica interessante é eleger o modelo de relatório levando em consideração a opinião da gerência e, também, dos vendedores. Eles podem ajudar com as informações sobre os clientes, auxiliando nas futuras negociações.

Portando o primeiro passo para a construção de um com relatório de vendas é a definição do seu objetivo:

1. Tenha um objetivo claro para o seu relatório

Para ajudar a definir o modelo de relatório de vendas, é interessante ter em mente um objetivo para ele. A definição de um objetivo certo ajuda na escolha das informações essenciais, bem como no cruzamento de dados.

Nesse sentido, o relatório pode ser feito com a finalidade de analisar a produtividade de um determinado setor, analisar a projeção de faturamento dos próximos períodos, melhorar os índices de Custo de Aquisição de Clientes (CAC) ou o Retorno sobre um Investimento (ROI).

A objetividade do documento permitirá sua funcionalidade e consequente eficiência dos processos futuros.

2. Defina as informações necessárias

Como dito anteriormente, o modelo do relatório de vendas precisa ser definido pela empresa de acordo com as suas especificidades.  

Tendo em mente o seu objetivo, chegou a hora de definir quais informações vão te ajudar a acompanhar a evolução da sua empresa, otimizar os resultados e identificar possíveis problemas.

Lembre-se, não existe uma receita de bolo. É preciso definir o relatório de vendas de acordo com os processos da sua empresa e avaliar quais informações são realmente importantes para o seu controle.

Não adianta, por exemplo, mensurar o número de visitas se a sua empresa não realiza vendas externas. Confira algumas sugestões de dados que podem estar inclusas no seu relatório:

  • Número de vendas realizadas;
  • Valor total de vendas realizadas;
  • Ticket médio de vendas;
  • Produtos mais vendidos e procurados;
  • Dias e horários com maior volume de vendas;
  • Número de visitas ou ligações;
  • Número de clientes pendentes;
  • Produtividade por vendedor;
  • Custo de aquisição do cliente;
  • Retorno sobre investimento;

3. Operacionalize o relatório de vendas

O ideal é que os relatórios de venda sejam feitos diariamente. Porém, como dissemos desde o inicio, tudo vai depender do seu tipo de negócio e da sua necessidade.

Para facilitar a sua rotina diária, você pode contar com um software de vendas que realize o lançamento automático dos dados da sua empresa.

Este tipo de ferramenta permite a coleta de informações em tempo real, durante a retirada de cada pedido realizado, tornando o seu relatório confiável e evitando o trabalho manual.

No entanto, você pode optar por realizar este trabalho de forma manual por meio de um relatório feito no Excel.

Lembre-se: ao longo do tempo, o relatório pode sofrer ajustes para acrescentar informações que vieram a se mostrar importantes e retirar as que julgarem desnecessárias. O importante é que ele cumpra com a sua finalidade.

Agora que você sabe como construir um relatório de vendas, aproveite para assinar nossa newsletter agora mesmo e fique por dentro das novidades! Basta fazer o seu cadastro aqui embaixo!


Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários