Descubra como melhorar a gestão de estoque na sua empresa

Autor: Casa Magalhães Assunto: Data: 28 de julho de 2016
Gestão de Estoque

A gestão de estoque costuma ser um dos pontos fracos das pequenas empresas. Mas você precisa levar esse assunto a sério, pois ter um estoque desequilibrado, ou seja, quando há alguma deficiência ou excesso de produtos, é PREJUÍZO CERTO.

Veja agora algumas dicas essenciais para você manter sua gestão de estoque sob controle!

Qual o perfil do seu cliente?

Para você acertar na hora de comprar produtos para sua loja é preciso conhecer os hábitos do seu cliente. Entenda qual é a sua faixa etária e de renda e com que frequência ele vai a sua loja. Isso te ajudará a saber o que você deve colocar nas prateleiras.

É como o seu cliente se comporta que vai definir, por exemplo, se você deve optar por mercadorias mais baratas ou diversificar o seu MIX de produtos. Isso consequentemente vai fazer com que você compre os produtos certos, aumente suas vendas e tenha menos produtos encalhados no estoque.

Como fazer a reposição dos produtos?

Existem dois tipos de reposição:

Contínua – quando o nível de estoque se mantém mais baixo e os pedidos são feitos constantemente, diminuindo os gastos com armazenagem;

Periódica – quando você tem uma data específica para fazer uma reposição consolidada, assumindo um risco de ficar sem o produto caso haja um aumento imprevisto das vendas ou impontualidade na entrega.

Cada modelo tem suas vantagens e desvantagens, que devem ser analisadas. A reposição contínua é utilizada para os produtos de maior valor agregado, que são pedidos no momento em que o estoque atinge o ponto de reposição. Já para os produtos mais baratos, que representam uma parcela menor dos lucros, pode-se usar a reposição periódica.

Seus fornecedores são parceiros de negócios?

A sua relação com a carteira de fornecedores não se baseia apenas na compra e venda de produtos. Acima de tudo você precisar ter confiança. Não adianta ter bons preços e não cumprir os prazos de entrega ou ser inflexível nos pagamentos. Tenha segurança naqueles fornecedores que se preocupam com o seu negócio e não querem que você compre produtos inadequados para a sua clientela apenas para cumprir suas metas, sem se preocupar se o seu estoque vai ficar lotado de compras que deram errado.

Como anda a sua gestão de estoque?

Para ter uma gestão de estoque efetiva é necessário organização. Isso significa saber a localização dos produtos, quantidade e o prazo de validade; ser disciplinado no registro de perdas, erros ou extravios e controlar todos os produtos que entram e/ou saem do seu estoque.

É importante definir o estoque máximo e mínimo de cada produto para manter o seu estoque no tamanho ideal. Se você acha isso complicado, contrate um SISTEMA DE GESTÃO DE ESTOQUE para te ajudar nesse controle.

Você costuma analisar a performance dos produtos?

Fazer uma análise diária das vendas te permite saber quais os produtos com maior aceitação e ainda, quais os dias da semana são melhores para vendas ou que produtos saem mais por período do dia. É preciso estar ligado na rotina do seu negócio para ajustar seu estoque rapidamente, pois o varejo pede AGILIDADE.

Está disposto a remarcar preços?

A medida que você analisa a performance dos seus produtos, você saberá se existe mercadoria estagnada no estoque. Para essas, avalie a possibilidade de remarcar os preços; essa prática é comum e muitas vezes necessárias para o varejo. É importante fazer o estoque girar e é melhor vender com uma margem menor que registrar perdas por produtos vencidos ou ter custos desnecessários para manter um estoque e parado.

Espero que essas dicas te ajudem a estruturar melhor a sua gestão de estoque e a manter a sua empresa no caminho do sucesso!

Quer continuar acompanhando os posts aqui do blog? Então, aproveite e assine nossa newsletter agora mesmo e fique por dentro das novidades! Basta fazer o seu cadastro aqui embaixo!


Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários