Pratos Customizados: entenda como se destacar da concorrência!

Autor: Casa Magalhães Assunto: Data: 8 de março de 2018
Pratos customizados

Muitas estratégias são possíveis quando o objetivo é destacar seu negócio da concorrência. No ramo dos restaurantes, algumas atitudes já são esperadas e importantes para ganhar a confiança do cliente: higiene, organização do espaço, atendimento de qualidade e cuidado com o preparo dos alimentos. No entanto, há estratégias que não são tão óbvias, mas que produzem grandes efeitos no público, como a customização de produtos. São diversas possibilidades para se ofertar pratos customizados no restaurante e fortalecer a marca.

Quer aprender mais sobre o assunto e obter dicas valiosas para aproveitar os pratos customizados no seu estabelecimento? Então você está no lugar certo! Acompanhe:

A importância da customização no mercado

Uma breve pesquisa mostrará que a concorrência vem crescendo em todos os mercados, e não é diferente com os restaurantes. A grande movimentação do setor fica clara com os números divulgados pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Só no ano passado, os estabelecimentos da categoria movimentaram R$ 184 bilhões no país.

O sucesso dos restaurantes estimula um número crescente de gestores a investir nesse tipo de negócio. O mercado do food service, de acordo com a mesma pesquisa, teve um crescimento de 3%. Esse aumento, que leva às apostas dos empreendedores nos restaurantes, cria uma competição acirrada por consumidores.

Se a concorrência é grande, os gestores se veem fortemente obrigados a estudar seu público, a fim de oferecer diferenciais competitivos. A palavra parece estranha? A gente explica: o diferencial competitivo é o “fator x”, aquele adendo que faz com que seu restaurante seja preferido pelo cliente.

Criar um diferencial competitivo significa extrapolar a expectativa do consumidor. Quando o estabelecimento dá mais do que o cliente espera e ele é surpreendido positivamente, nasce um laço afetivo entre consumidor e restaurante. Os pratos customizados, claro, são um grande diferencial competitivo! Eles ajudarão a ganhar a confiança do público e tornar sua marca um destaque.

A customização como diferencial do negócio

Sempre que vamos comer em um restaurante, esperamos higiene, bom atendimento, boa refeição e preços justos, certo? Esses são requisitos básicos que a maioria dos consumidores exige quando frequenta um estabelecimento do ramo alimentício.

Quando oferece pratos customizados, o restaurante sai do óbvio e oferece outro tipo de vantagem para o cliente: o cuidado. Isso porque, assim como diz a sabedoria popular, a perfeição está nos detalhes. O cliente se sente cuidado quando pequenos detalhes do negócio são pensados para oferecer vantagens a quem o frequenta.

Em um segmento com tamanha competitividade, sai na frente aquele gestor que aposta na exclusividade. É preciso que seu cliente encontre ali uma atração que o faça dar preferência ao seu restaurante em vez dos concorrentes.

A customização como atrativo de clientes

Pensemos num consumidor indeciso. Para que ele escolha o seu restaurante em vez da concorrência, deve ver vantagem nessa transação. É preciso mostrar ao cliente que seu estabelecimento fornece vantagens que ele não encontra em outros negócios.

Oferecer diferenciais fortalece a marca, fazendo que ela seja lembrada pelo consumidor. Se o restaurante investe em unicidade, cria uma identidade que se grava na memória do cliente. Quando ele desenvolve uma relação de confiança com a marca, dá preferência a ela e faz o famoso marketing boca a boca.

Os pratos customizados

Para começar a aplicar a customização no seu restaurante, é preciso traçar um plano estratégico e decidir quais pratos serão readaptados em prol da atração de clientes.

Várias das especialidades servidas no seu estabelecimento podem ser adaptadas para surpreender o cliente. A gente lhe conta mais:

Pratos com variedade de sabores

As pessoas têm gostos variados, e por isso oferecer opções limitadas é um risco para os negócios. A melhor saída é a variedade de sabores. Com sucos, por exemplo, é importante contar com diversas possibilidades. No self-service, alternativas de carboidratos e proteínas são essenciais, além do capricho nas saladas.

O cuidado deve ser o de não deixar os produtos em falta. Quando há diversas opções no restaurante, é preciso remodelar as estratégias de abastecimento do estoque — afinal, mais produtos precisarão ser comprados. Caso falte abastecimento e não seja possível preparar o prato solicitado pelo cliente, a ação de customização pode surtir efeito reverso: o restaurante pode perder a confiança do consumidor.

Além disso, a equipe de colaboradores precisa ser orientada para conseguir preparar os pratos customizados. Já imaginou se um cliente pede um item do cardápio e ninguém da equipe está apto a preparar?

Pratos para restrições alimentares

Os números são alarmantes segundo as últimas pesquisas divulgadas, com até 70% da população adulta brasileira apresentando quadro de intolerância à lactose. Os dados crescentes de intolerância a glúten no país também assustam, com um adulto intolerante a cada 600 brasileiros.

Para as pessoas que têm algum tipo de restrição alimentar, comer fora de casa ganha em complicação. Além de encontrar um restaurante com bom cardápio e preços atrativos, surge a dificuldade de conseguir opções sem lactose e sem glúten.

Aí está um canal para inovar e tornar seu restaurante o queridinho dos clientes! Pratos customizados preparados com ingredientes livres de lactose, glúten e demais ingredientes que possam provocar alergias ou reações de intolerância são bem-vindos.

Além de beneficiar quem não pode consumir esses alimentos, as opções ainda agradam a quem adota dietas sem glúten e lactose por buscar um estilo de vida mais saudável.

Pratos vegetarianos e veganos

O mercado vegano cresce 40% ao ano no Brasil. Essa estimativa salta aos olhos dos empreendedores antenados e em busca de alternativas para modernizar seus restaurantes e atrair novos públicos. Com esse crescimento significativo, peca aquele gestor que não conta com alternativas veganas no cardápio.

Os veganos não consomem nenhum tipo de produto de origem animal — leite, peixe e ovos estão fora das escolhas de quem tem o veganismo como filosofia de vida. Já os vegetarianos não consomem apenas a carne animal. Para agradar a ambos os públicos, é interessante apostar em pratos customizados vegetarianos e veganos.

Oferecer pratos customizados é a melhor alternativa para ganhar em diferencial competitivo. Com nossas dicas, você destaca seu restaurante da concorrência a ganha a confiança dos clientes! Quer ficar por dentro dos nossos artigos? Então curta nossa página no Facebook e aproveite para assinar nossa newsletter!


 

Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários