Como a reforma da previdência afeta restaurantes? - Blog da Casa Magalhães

Você está por dentro da reforma da previdência para restaurantes?

Autor: Tomaz Aquino Assunto: Data: 12/04/2019
como a reforma da previdência afeta restaurantes

A reforma da previdência é algo que tem causado muita incerteza no trabalhador brasileiro, é um assunto complicado quem vem sendo bastante comentado, mas pouco explicado de uma forma que seja acessível e democrática. Esse fato nos motivou a escrever um texto que responde algumas das muitas perguntas que existem acerca do assunto, siga lendo.

Mas o que é a previdência?

Antes de explicar as principais razões que levaram ao debate da reforma é importante falar sobre o que é a previdência e como ela funciona atualmente.

A previdência social funciona como um seguro onde o trabalhador contribui mensalmente (e obrigatoriamente) com uma porcentagem do seu salário que varia de acordo com o valor líquido recebido.

Essa contribuição se faz necessária para garantir ao trabalhador assegurado uma renda fixa quando ele não puder mais trabalhar, seja por idade, invalidez ou simplesmente porque ele quer se aposentar.

Atualmente os trabalhadores ativos financiam a aposentadoria de quem já está aposentado. Isso significa que a previdência não funciona como uma poupança, onde o dinheiro que você contribui ficará guardado até ser retirado no futuro.

O que quer dizer basicamente que hoje você paga por quem já está aposentado e quando você se aposentar os contribuintes da época vão pagar por você. Bem simples, não é mesmo?

E qual o motivo da mudança?

Lembra que eu falei sobre os contribuintes atuais financiarem as aposentadorias? Então, acontece que atualmente o número de aposentados supera o número de trabalhadores ativos, fazendo com que o dinheiro arrecadado não seja suficiente para efetuar todo o pagamento das aposentadorias e então o governo tem que arcar com o prejuízo e cobrir a diferença, chamamos isso de Déficit.

Esse efeito é um reflexo do envelhecimento populacional do Brasil, onde o número de idosos está ficando muito maior que o de jovens. Lembre-se que antigamente era comum que os casais tivessem dez ou mais filhos e perceba que atualmente os casais estão tendo um, dois ou até mesmo nenhum filho. Esse fato preocupa bastante os economistas e estudiosos da área, pois a projeção é que isso se intensifique em um futuro próximo e consequentemente o déficit da previdência fique cada vez maior.

Diante disso, foi sugerida uma reforma geral na previdência que visa corrigir o déficit atual e garantir que o sistema se sustente sozinho, ou seja, sem que o governo precise arcar com o prejuízo, digamos assim.

Qual será a principal mudança?

Atualmente a regra geral existem duas formas de se aposentar: por idade mínima, de 60 anos para mulheres e de 65 para homens, e no mínimo 15 anos de contribuição e por tempo de contribuição onde não necessita de idade mínima e considera apenas o tempo de contribuição, sendo de 30 anos para mulheres e de 35 para homens.

A reforma propõe que exista apenas uma dessas formas, e então a aposentadoria por idade mínima passaria a ser a única forma válida, agora com idade mínima passando a ser de 62 anos para mulheres e de 65 para homens, com contribuição mínima de 20 anos.

Confira aqui a apresentação completa da reforma.

E quando a reforma entrará em vigor?

Essa é a grande incógnita, pois o processo inteiro para uma reforma impactante como essa ser aprovada é bem demorado e dividido em várias etapas, além de ter que passar por várias votações, assim, como qualquer outra lei.

O esperado é que ainda em abril deste ano comecem as discussões acerca da reforma pelos deputados que poderão sugerir alterações e outras melhorias para que depois disso o projeto passe pelas votações.

O certo é que não sabemos ainda quanto tempo esse processo pode durar ou, até mesmo, confirmar que ele será realmente aprovado. Por isso não adianta se preocupar excessivamente ou se desesperar, muita água ainda vai rolar.

O que muda com a reforma da previdência para restaurantes?

A verdade é que diretamente a reforma afeta apenas os trabalhadores em si, ou seja, os colaboradores do seu restaurante. Mas mesmo que em segundo plano você já pode se preparar e planejar alguns pontos.

O primeiro é o tempo que o funcionário vai trabalhar em seu restaurante. Com a aposentadoria por idade passando a ser a regra geral o trabalhador provavelmente terá uma vida profissional um pouco mais longa do que vemos atualmente.

Em vista dessa possibilidade é interessante que você estude formas de continuar a capacitar e melhorar o desempenho das pessoas que trabalham em seu estabelecimento.

O segundo ponto é que é esperado o aumento no número de idosos empreendedores de acordo com especialista, e isso pode significar que novos concorrentes apareçam. Por isso é importante sair da zona de segurança e procurar uma forma de se destacar da concorrência, tanto da existente quanto da que pode surgir futuramente.

Descubra como fazer uma análise de concorrência

Por fim, é preciso ressaltar que a reforma da previdência é assunto que ainda está em debate e que muito ainda pode ser alterado e definido com o decorrer das votações, mas é importante que você se mantenha informado para não ser pego se surpresa por nenhuma novidade.

E se você tem interesse em continuar atualizado com o mundo do food service, inscreva-se na nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades lançadas no nosso blog. É só se cadastrar no formulário abaixo!


Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published.