Saiba vencer 6 desafios para expandir o negócio - Blog da Casa Magalhães

Saiba vencer 6 desafios para expandir o negócio

Autor: Casa Magalhães Assunto: Data: 01/02/2019
Saiba vencer 6 desafios para expandir o negócio

Quando um empreendimento chega em seu crescimento máximo e procura novas alternativas para criar lucros, é comum questionar sobre as possibilidades para expandir o negócio. A empresa inclui a oferta de novos produtos e serviços, a abertura de filiais, a adição de franqueados, entrada em novos mercados e a fusão ou aquisição de outro mercado.

Essa estratégia é acolhida pela organização quando ela alcança o ponto em que objetiva avançar mais. Para isso, o intuito é tanto para conquistar novos clientes quanto para novas tecnologias ou novos mercados.

Continue lendo o post para entender quais os desafios a vencer para expandir seus negócios.

Quais os principais desafios para expandir o negócio?

1. Customer success

Quando gestores pensam em expandir sua empresa de forma imediata, o primeiro passo é investir na conquista de mais clientes. Afinal, isso representa uma parcela relevante para seu crescimento na receita e é de extrema importância.

Atualmente, as instituições de varejo têm investido milhões para obter novos clientes e conseguir crescer. Assim, é preciso que elas percebam que seu êxito está na forma fazer a retenção desses consumidores, não apenas na conquista deles, garantindo o sucesso do cliente durante toda a sua permanência com a marca.

Reter é vital. Até mesmo depois de ter investido dinheiro e tempo para conquista do cliente é possível perder todo o potencial de receita, principalmente caso o consumidor se transforme em um churn — o que costuma ocorrer mais cedo do que o esperado.

2. Carência de mão de obra

Nesse quesito, o suporte técnico à sua equipe deve ser uma ferramenta de atuação para atrair os colaboradores. Além disso, um profissional capacitado e motivado estará mais apto a compreender todos os processos que envolvem o serviço oferecido pelo seu empreendimento, podendo apontar falhas e oportunidades de melhorias.

Várias organizações renomadas ofertam programas de capacitação de maneira gratuita em áreas diversificadas: contabilidade, administrativo, comercial, varejista e atacado. Assim, os profissionais podem se sentir motivados a cooperar com a organização.

Dessa maneira, disponibilizar fontes de conteúdos como canais do Youtube e blogs que trazem treinamentos profissionais com informações e tendências atualizada é uma excelente forma de educar o seu time e o mercado como um todo.

Quanto mais preparada for sua equipe, melhor será rentabilidade de seu negócio e, consequentemente, a remuneração dos seus colaboradores. É preciso ter muita atenção a essa questão, afinal, sua mão de obra é o bem mais valioso em seu empreendimento. Use esses instrumentos para minimizar a escassez de mão de obra.

3. Diferentes legislações tributárias

Listamos os tipos básicos de regimes tributários vigentes na legislação tributária para arrecadação dos tributos. Dessa forma, o gestor poderá se adequar com o contador para não receber nenhuma punição do fisco.

Simples Nacional

Esse regime é indicado para microempresas ou empresas de pequeno porte. A sua proposta é simplificar a burocracia para essas organizações, de modo a diminuir a carga tributária e emparelhar os impostos em uma guia única a pagar, independentemente da esfera: municipal, estadual e federal.

Lucro real

A liquidação dos impostos pelas organizações que optam por procedimento tem suas bases no faturamento mensal ou trimestral da companhia e o balanço deles reflete sobre o lucro real da companhia. A averiguação dos resultados tem base no cálculo das receitas, exceto os custos e as despesas.

Lucro presumido

Nesse regime, objetivando facilitar o cálculo dos impostos, é usado um valor de “lucro presumido”. Em resumo, a Receita Federal entende qual será o lucro do negócio presumindo a atividade executada, gerando um valor médio e a alíquota que essas companhias têm que pagar.

Enfim, para escapar de opções erradas, é recomendável realizar um planejamento tributário junto ao contador, especificando um regime que tenha a menor carga tributária, mas que não configure sonegação do fisco ou fraude.

4. Vendas em todos os marketplaces

Comercializar em marketplaces pode trazer alguns reveses, como o monitoramento de dados em muitos canais. Isso significa a gerência múltipla de logística e estoques, o controle e visualização da receita, ticket médio, faturamento de um produto e a precificação de modo dinâmico de todo o estoque.

É preciso ter agilidade para fazer alterações em todas as mídias, o que carece de uma gestão fácil, centralizada e completa dos dados em cada marketplace. O menor erro ou disparidade por trazer grandes prejuízos.

A resolução para esse dilema se dá por meio de uma ferramenta de gestão que provenha acesso à base inteira de maneira unificada, automatizada e capaz de modificar todos os dados simultaneamente e sem margens de erros.

5. Preços mais baixos ao consumidor

Quem já tentou empreender no Brasil compreende que, para obter prazos e preços concorridos dos fornecedores, é preciso transacionar em quantidades elevadas. No início, é praticamente impossível custear compras tão altas.

Com o crescimento das vendas e a otimização das negociações, pode-se baixar consideravelmente o custo e, em suma, reduzir o preço na gôndola.

6. expandir o negócio sem perder a qualidade

Para manter a qualidade dos serviços de capacitação, consultoria e pesquisa, os gestores devem adotar os processos mais robustos: investir em capacitação, aprendendo conceitos de economia competente e promovendo o networking com profissionais do mundo todo — pluralizar o portfólio de atuação para aumentar a diversidade de problemas que poderão ser facilmente solucionados é sempre uma boa pedida.

Quais as burocracias enfrentadas para expandir o negócio?

É comum encontrar gestores que não estão por dentro de todas as normas e regras que orquestram a atividade. Isso pode originar embargos, multas e atrasos comerciais que comprometem a expansão dos seus negócios no varejo.

Conheça a Rede simples, que estabelece diretrizes e procedimentos para simplificar e integrar os processos de abertura, expansão, alteração, baixa e legalização de gestores e de pessoas jurídicas.

Qual a importância de investir corretamente para aumentar as vendas?

Segundo o IBGE, em 2016 as vendas no varejo tiveram a maior queda dos últimos 15 anos. Diante desse cenário desafiador, é fundamental investir em soluções criativas e inovadoras para aumentar os resultados — além, é claro, de ficar de olho na concorrência. Confira estas dicas abaixo e dê um upgrade em seu negócio. Vejamos:

  • invista em um bom atendimento;
  • tenha ideias criativas;
  • aproveite o poder das mídias sociais;
  • fidelize o seu cliente.

Em resumo, independentemente do ramo escolhido para expandir o negócio, fica claro que planejamento, preparação e trabalho árduo serão imprescindíveis para obter sucesso nas vendas no varejo.  Gestores que se prepararem melhor, estudarem seus mercados e utilizarem ferramentas e estratégias no varejo estarão degraus acima de seus concorrentes, vencendo seus desafios e expandindo seus negócios dentro do prazo preestabelecido.

O nosso texto sobre expandir o negócio foi útil para você? Então aproveite e assine a nossa newsletter e não perder nenhum conteúdo novo!


Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.