Controle total! 5 aplicabilidades da automação para restaurantes! - Blog da Casa Magalhães Controle total! 5 aplicabilidades da automação para restaurantes!

Controle total: 5 aplicabilidades dos sistemas de automação para restaurantes!

Autor: Casa Magalhães Assunto: Data: 11/07/2017

A tecnologia é transformadora em muitos sentidos e, por isso, faz cada vez mais parte da vida das pessoas e dos negócios em geral. Do ponto de vista dos food services, a tecnologia surge em forma de automação para restaurantes.

Com a transformação de processos manuais em automáticos, a gestão, a equipe e os clientes saem ganhando. No universo de bares e restaurantes, a tecnologia tem um papel ainda mais importante, já que atua na modificação dos níveis de processos e também na própria experiência do consumidor.

Entender isso, portanto, pode ser o primeiro passo para garantir o sucesso do estabelecimento. Continue lendo e conheça 5 maneiras de aplicar a automação para restaurantes nos processos do seu estabelecimento.

1. Atendimento e faturamento dos pedidos

Realizar um pedido no restaurante, a cada dia que passa, se parece menos com o ato de pedir algo enquanto o garçom anota.

Com um sistema de automação para restaurantes o negócio pode, por exemplo, garantir que o cliente faça seu pedido com apenas alguns toques na tela. Isso funciona tanto para o delivery quanto para dentro do próprio estabelecimento, o que acelera todo o processo.

Além disso, o faturamento de pedidos também pode ser feito de maneira automática partindo do próprio garçom e direto da mesa, agilizando o atendimento. Graças a automação para restaurantes, o envio do pedido à cozinha pode ser automático, para evitar erros e ganhar tempo até que saia da cozinha.

2. Gestão de compras

Outra atividade que pode ser automatizada em bares e restaurantes é a gestão de compras, ligada diretamente ao controle de estoque. Com a tecnologia, é possível, por exemplo, identificar o período em que a última compra foi realizada e quais produtos foram adquiridos.

A partir daí, dá para saber se é necessário antecipar as compras ou se um determinado produto tem menos saída do que a média de compras, por exemplo. Além disso, a gestão de compras também se relaciona à gestão dos fornecedores.

Com um cadastro atualizado, é possível manter um controle sobre quem faz o fornecimento de produtos e serviços para o restaurante, garantindo renegociação de contratos e uma oferta de qualidade.

Dica: Guia completo para escolher o melhor sistema para restaurante

3. Controle de Estoque

Nesse caso, a tecnologia em restaurantes ajuda a manter os estoques dentro de níveis adequados, sem desperdícios ou desabastecimento. Com um bom sistema de automação e controle de estoque, por exemplo, é possível saber quais produtos ainda estão frescos e quais estão perto de vencer, devendo ser utilizados primeiro.

Também é possível analisar a demanda de clientes e determinar se é necessário fazer as compras de um determinado item para que a cozinha consiga servir todos os pratos pedidos por seus clientes. Isso evita produtos que vão para o lixo por serem comprados em excesso, assim como por não serem usados dentro do prazo adequado.

Dependendo do tamanho do restaurante um controle manual do estoque poderia exigir folhas e mais folhas de planilhas para fazer o registro das informações. Com a tecnologia, dá para centralizar todas as informações de maneira digital, evitando o consumo excessivo de papel.

Isso também colabora para reduzir os custos, além de oferecer uma abordagem ambientalmente responsável para o restaurante. No caso de empreendimentos que desejem voltar sua atuação para a sazonalidade, como ao oferecer pratos com ingredientes da estação, o controle de estoque tem que ser ainda mais rígido.

4. Formação de preços

A margem de lucro em um restaurante é algo que deve ser tratado com cuidado. Como há uma grande flutuação de demanda dentro de um mês e até mesmo dentro de um único dia, é importante garantir um bom nível de lucro, a fim de financiar todas as operações do estabelecimento.

Ao mesmo tempo, isso não pode significar jogar os preços lá em cima, já que pode afastar a clientela. Com isso, uma sugestão de preços automática – levando em consideração os dados em grupo da gestão de compras, por exemplo – garante que o negócio mantenha a competitividade sem precisar comprometer o lucro.

5. Controles financeiros

Manter o controle sobre as finanças é importante para qualquer negócio, mas é ainda mais indispensável para um restaurante.

Com o prazo de pagamento para fornecedores sendo, normalmente, imediato e com a menor possibilidade de aproveitar compras antecipadas, é fundamental garantir que haja recursos em caixa. Além disso, também é importante pensar em questões como rentabilidade e lucratividade, além de investimentos em geral.

Ao mesmo tempo, fazer isso de maneira manual pode consumir muitos recursos e ainda aumentar a chance de erros. Sendo assim, a automação para restaurantes torna tudo mais conveniente e mais simples.

Você já deve ter percebido que sem a tecnologia, não apenas as chances de erro são consideravelmente maiores, como também os processos se tornam mais difíceis de realizar.

Se você é dono de um restaurante e quer aproveitar as oportunidades que um sistema de automação para restaurante oferece, conheça o Easy@ssit e tenha tudo que você precisa, do cardápio ao pagamento.

Para maiores informações sobre automação para restaurantes, fale com nosso consultor!

FALE COM O CONSULTOR - SYSPDV
Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.