Como ter sucesso em restaurantes do segmento de self-service

Autor: Casa Magalhães Assunto: Data: 13 de julho de 2016
Como ter sucesso em restaurantes do segmento de self-service

Na agitação dos nossos dias, os restaurantes do segmento de self-service são uma boa opção de comida nutritiva, rápida e econômica.

E essa procura por refeições rápidas e de qualidade faz de um self-service um negócio promissor e rentável. No entanto, diversos desafios estão envolvidos e é por isso que vamos dar algumas dicas para que você aumente a suas chances de ter SUCESSO nesse segmento.

1. Localização

Os restaurantes do segmento de self-service visam atender principalmente o público de escritório, que tem o tempo e muitas vezes o trajeto de locomoção limitado para se alimentar. Por isso, a localização é um ponto que requer bastante ATENÇÃO. O ideal é o self-service ser próximo a grandes centros comerciais e escritórios. Se você optar por um local um pouco mais afastado, será necessário reforçar na promoção e/ou na diferenciação para manter uma boa dinâmica de clientes.

2. Cardápio

O cardápio é um dos itens de maior importância para o sucesso do restaurante. Para self-services, é importante que o cliente tenha opções variadas, mas dentro dessa variedade, você pode criar um prato específico para cada dia da semana. É uma prática que traz bons resultados, pois assim é possível agradar gostos variados e fugir da “mesmice” que afugenta os clientes. Alguns restaurantes também costumam servir comidas italianas, chinesas ou japonesas juntos com o trivial brasileiro.

3. Matéria-prima

Esse é um dos pontos mais sensíveis para quem trabalha com alimentação. A dica é criar uma rotina de compras com base no número de refeições servidas diariamente para evitar desperdício. Fique atento para adaptar o seu cardápio as safras, assim você garantirá alimentos mais frescos e saborosos, mais saudáveis e mais baratos. Também leve em consideração o rendimento dos produtos na hora de montar o menu.

4. Produção no segmento de self-service

Para minimizar desperdícios e para que não falte comida, é necessário fazer alguns cálculos para saber quanto de cada alimento você precisará preparar.

Levando em consideração que a hora do almoço normalmente é entre 11 e 14h (3 horas) e que cada cliente leva em média 30 minutos para fazer sua refeição, teremos o que podemos chamar de seis turnos ou rodadas. Em cada rodada você atenderá em torno de 30 a quarenta pessoas, tendo assim, um total médio de 210 pessoas atendidas por dia.

Essa é a média de consumo por pessoa:

Salada…………………………………………………………………..  65g
Arroz ……………………………………………………………………  85g
Feijão…………………………………………………………………… 100g
Carnes…………………………………………………………………. 150g
Tortas, suflês, croquetes e outros…………………………… 100g
Total…………………………………………………………………… 500g

Assim você já tem como ter uma noção. Quanto de carne se deve preparar?

Se cada pessoa consome, em média, 150 gramas de carne, logo 150 x 210 = 31,500 quilos de carne preparada. O mesmo vale para os demais alimentos.

Nada como a prática. No dia a dia você verá as adaptações necessárias para a realidade do seu restaurante.

É importante criar uma receita padrão para cada prato, com a quantidade exata de cada ingrediente, dessa forma você tanto mantém o modelo de qualidade e de sabor, como também o de CUSTO.

Para finalizar, lembre-se sempre que é indispensável ficar atento aos desejos dos seus clientes; entender seus gostos e preferências. Conheça também a sua concorrência. Pesquise o funcionamento de outros restaurantes no segmento de self-service, avalie o movimento, a variedade do cardápio, o atendimento, os preços praticados e promoções. Conheça as cozinhas e a até experimente a comida dos seus concorrentes, assim você ter uma noção do que poderá oferecer como diferencial.

Espero que essas dicas te ajudem a alcançar o sucesso!

Quer continuar acompanhando os posts aqui do blog? Então, aproveite e assine nossa newsletter agora mesmo e fique por dentro das novidades! Basta fazer o seu cadastro aqui embaixo!


Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários