Quais as vantagens de ter uma adega no restaurante? - Blog da Casa Magalhães

Quais as vantagens e desvantagens de ter uma adega no meu restaurante?

Autor: Casa Magalhães Assunto: Data: 04/09/2018
White wine glass in an Italian wine bar.

Para quem tem a missão de gerir um restaurante e se empenha em conseguir os melhores resultados, a pesquisa sobre como obter a estrutura mais adequada para o seu estabelecimento não para nunca. Esse tipo de preocupação pode ficar ainda maior quando falamos da manutenção e estocagem de produtos muito delicados, como é o caso do vinho. Por isso, separamos algumas vantagens e desvantagens que você precisa considerar ao optar por ter uma adega no restaurante.

Acompanhe nossas dicas a seguir:

Principais vantagens de ter uma adega no restaurante

Temperatura e umidade ideais

A maior vantagem, e também o objetivo mais comum, de se ter uma adega é conseguir um melhor controle de temperatura e umidade para guardar os vinhos.

Sendo bebidas sensíveis às mudanças de ambiente e tendo características muito particulares, quando mal armazenados, os vinhos podem ter suas propriedades alteradas, o que afasta os clientes mais atentos.

No geral, vinhos precisam ser estocados em um local com temperatura entre 12ºC e 15,5ºC e umidade que varia entre 70% e 95%.

Como são condições muito específicas e difíceis de serem conseguidas em um país tropical como o nosso, ter uma adega climatizada garante um controle muito melhor dos produtos.

Evitar trepidações

Para garantir a qualidade dos vinhos que você serve, além de se preocupar com a temperatura e a umidade, outro ponto que deve ser observado com muito cuidado é a questão das trepidações.

Vinhos não podem ser agitados ou ter uma movimentação constante, e uma adega pode resolver muito bem esse problema.

Se você armazena seus vinhos em algum local onde há muitos processos sendo realizados, gavetas e portas sendo batidas, material descarregado, movimentação de caixas e coisas do tipo, isso pode prejudicar seu produto.

O ideal é deixar seu estoque de vinhos imóvel. Lembre-se, também, que as garrafas com rolha devem ser armazenadas deitadas para que o líquido mantenha o contato constante.

Proteção contra a luz

O terceiro cuidado quanto à correta manutenção de vinhos está ligado à iluminação do ambiente. Essa bebida delicada também reage de forma diferente quando exposta à luz, e é por isso que você precisa se preocupar em protegê-la.

Com certeza, uma adega climatizada resolve esse problema para você, evitando qualquer tipo de alteração nos vinhos.

Decoração

Até mesmo para os consumidores que não consomem vinho, uma coisa é certa: ter uma adega no restaurante deixa o seu estabelecimento muito mais interessante e atraente.

Por uma questão de gosto, moda ou status, o vinho é um tipo de produto que remete à sofisticação e profissionalismo em um restaurante. Ter um bom cardápio, uma carta de vinhos e ainda poder exibir uma adega climatizada eleva o patamar do seu negócio aos olhos da clientela.

Estude bem o layout do seu restaurante e veja qual é o melhor local para instalar a sua adega. Se ela ficar em algum lugar de destaque, bem visível para seus clientes, você vai marcar pontos com o público.

Lembre-se, contudo, de que ela tem que estar em boas condições e bem apresentável.

Manutenção de vinhos de maior duração

Existem vinhos complexos, de maior duração, e outros que são consumidos mais rapidamente, chamados de vinhos jovens.

Para quem quer ter uma oferta de vinhos mais trabalhados e que pedem maior tempo de armazenamento, ter uma adega climatizada é fundamental.

Como eles vão ficar mais tempo com você, precisarão de uma manutenção adequada. Afinal, você não quer estragar um produto de alto custo.

Principais desvantagens

Rotatividade das garrafas

Se o seu restaurante tem uma rotatividade mais do estoque de vinhos, isso significa que eles não ficarão muito tempo sob a sua supervisão.

Dependendo do tempo que você estoca seus vinhos, o investimento para ter uma adega no restaurante pode não ser uma boa ideia. No fim das contas, tudo vai depender dos seus cálculos de rotatividade de estoque.

Se a velocidade que você compra e vende vinhos for alta, talvez não seja necessário ter uma adega climatizada, pelo menos do ponto de vista de manutenção das suas bebidas.

Demanda por vinhos mais jovens

Depois de avaliar a necessidade de ter uma adega no restaurante, pensando em vinhos mais complexos, é importante também pensar na situação oposta.

Se, normalmente, o seu estoque é composto por uma grande quantidade de vinhos menos complexos e que são consumidos pouco tempo depois da produção, manter uma adega climatizada talvez não seja a melhor opção.

Outra observação quanto ao tipo de vinho que você mais comercializa é observar se eles têm rolha ou são fechados com uma tampa de rosca. Os que têm fechamento com rosca podem ser armazenados em pé, sem nenhum problema.

Gastos com energia elétrica

Ao optar por ter uma adega climatizada, você deve considerar também um consumo maior de energia no final do mês. De acordo com o tamanho e modelo, haverá uma grande variação de despesas com a eletricidade. De fato , todas elas vão refletir nos gastos do fim do mês.

Adegas são feitas para manter um ambiente controlado e, por isso, isolam as garrafas do meio externo. Se você abrir a adega com muita frequência, assim como uma geladeira, ela terá que trabalhar um pouco mais para manter a temperatura, o que significa um aumento de consumo.

Por isso, na hora de considerar ter uma adega climatizada, não se esqueça de calcular qual será o aumento na conta de energia.

Ociosidade X falta de espaço

Um último ponto muito importante a se considerar é a questão da variação do número de garrafas em seu restaurante. Ao investir em uma adega, você provavelmente vai levar em conta o tamanho habitual do seu estoque de vinhos, mas ele pode alternar.

Quando se tem mais vinhos do que espaço na adega, é impossível acomodá-los da maneira adequada. Provavelmente, você já deve ter passado por isso ao se preparar para datas especiais como no dia das mães.

Por outro lado, se seu estoque diminuir um pouco, você terá um custo maior para manter uma estrutura ociosa.

Agora que você já sabe quais são as vantagens e desvantagens de ter uma adega no restaurante, certamente tem o que é preciso para fazer a escolha certa para o seu negócio.

E se você gostou dessas dicas, aproveite para compartilhar o post com seus amigos nas redes sociais!

Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.