As 8 maiores tendências para bares e restaurantes 2019! - Blog da Casa Magalhães

As 8 maiores tendências para bares e restaurantes 2019!

Autor: Casa Magalhães Assunto: Data: 10/01/2019

Este ano os donos de pequenos negócios no segmento de food services estão otimistas em relação à economia. Segundo o Instituto de Food Service Brasil, o segmento fatura em média R$ 178 bilhões e atende cerca de 80 milhões de consumidores mensalmente. tendências para bares e restaurantes

O último ano serviu de lição para muitos donos de negócios, que para se enfrentar a crise, estão investindo fortemente em ofertas, além de novas tecnologias com foco no cliente, para a melhoria na experiência do consumidor on e offline com a marca.   

Quer se diferenciar também? Então continue lendo e conheça as 8 tendências para bares e restaurantes que podem destacar seu negócio.

1. O estilo de vida saudável ganha mais força em 2019

A procura por estabelecimentos com foco em alimentação saudável é uma das fortes tendências para bares e restaurantes, isso se deve principalmente ao aumento de adeptos ao estilo de vida saudável, por meio de uma dieta composta por alimentos naturais, orgânicos e com baixo teor calórico.

O aumento de praticantes de exercícios físicos que buscam um melhor condicionamento físico, também contribui para a reeducação alimentar. Assim como também o aumento das campanhas de conscientização para melhorar a saúde e a qualidade de vida.

No entanto o público já está farto de comer sempre os mesmos alimentos nas refeições dentro e fora de casa, então inovar em cardápio saudável, diferenciado e saboroso é uma ótima forma de conquistar a parcela da população que é adepta a esse estilo de vida.

2. Veganismo, vegetarianismo e redução do consumo de carne.

Parar de comer carne e outros produtos de origem animal, ou pelo menos diminuir o consumo, é algo fortemente defendido por ambientalistas e defensores da causa animal. E a verdade é que segundo uma pesquisa do Ibope mais de 30 milhões de brasileiros já são adeptos das refeições sem carne.

Aproveitando o crescimento dessa população alguns empreendedores notaram que poucos estabelecimentos atendiam a essa demanda e abriram restaurantes totalmente veganos. Uma boa opção para ganhar esse público é adicionar opções de refeições sem carne no seu cardápio, algo que reflita o ambiente do seu restaurante e ainda seja saboroso. Não se esqueça de divulgar nas redes sociais e em outros ambientes, os clientes vão gostar de saber da novidade.

3. Preparo artesanal nos cardápios

Os brasileiros estão buscando cada vez mais comidas e bebidas produzidas artesanalmente, sem o uso de ingredientes industrializados. Elas além de mais saudáveis, possuem um sabor caseiro e mais agradável.

A previsão para esse segmento é que continue crescendo o volume de vendas como já percebido no ano passado nos nichos de bebidas, como cervejas, cafés e sucos. Esse ano é esperado uma expansão para os nichos de sorveteria e de produção de chocolates artesanais, que possuem um grande potencial de competitividade no mercado.

4. Experiência do cliente em foco

A perspectiva para os próximos anos, é que os estabelecimentos de food service invistam ainda mais na melhora da experiência do cliente.

Segundo a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), os jovens entre 16 e 34 anos estão dispostos a pagar mais por uma boa experiência de compra, e 37% deles não pretendem economizar.

No século de maior acessibilidade a informação, é essencial encantar os clientes para que eles se identifiquem com sua marca e promovam seu negócio para novos possíveis clientes.

Segundo uma pesquisa, 70% dos consumidores que não retornam a um restaurante, dizem que a culpa é do atendimento.

Para a melhoria do processo de atendimento, muitos estabelecimentos estão investindo em ferramentas tecnológicas que garantem mais agilidade e conforto, melhorando a experiência do cliente com a marca, desde a realização do pedido até o recebimento da conta.

5. Menos desperdícios nas cozinhas

Para os restaurantes que trabalham com o modelo de zero desperdício de alimentos, o mercado se mostra bastante oportuno. Isso porque os consumidores brasileiros estão mais atentos a questão da fome no mundo.

A exemplo dessa tendência, já foi percebido nas Olimpíadas no Rio de Janeiro no ano passado, um restaurante que elaborou o cardápio seguindo esse conceito na Vila Olímpica.

6. A automatização do atendimento

O atendimento é uma das maiores preocupações quando se pensa na gestão de um restaurante, ele pode ser responsável por fidelizar ou afastar clientes.

Por esse motivo é importante sempre investir em ferramentas que melhorem o atendimento. A automação do food service é uma das fortes tendências para bares e restaurantes em 2018.

Por meio dela, o seu garçom se despede dos tradicionais blocos de papel e o atendimento é realizado diretamente da mesa, com tablets ou smartphones, que enviam informações de forma automática para a cozinha.

Este tipo de tecnologia permite que o trabalho se torne mais rápido e prático, gerando assim uma maior satisfação nos seus clientes e a otimização do atendimento.

7. O Armazenamento na nuvem

A tecnologia em nuvem permite que o armazenamento dos seus dados seja feito em servidores remotos, e evita que informações muito importantes fiquem sejam guardadas em dispositivos físicos.

Além da redução de custos com equipamentos, a principal vantagem desse tipo de investimento é a segurança que ele oferece.

Com o armazenamento em nuvem, você não corre o risco de perder todas as informações caso um servidor local sofra danos e o mais importante é que não se reduz o risco de ataques de pessoas mal intencionadas, como hackers.

8. Chegada do cardápio eletrônico!

Tendo como principais vantagens a maior agilidade do atendimento, a diminuição dos erros e a redução nos custos com mudanças no menu, o cardápio eletrônico proporciona uma experiência única ao cliente.

Ele passa a assumir o lugar do menu impresso, permitindo que os clientes façam os pedidos de uma maneira mais prática, rápida e visual, utilizando um tablet ou smartphone. Desta forma, o trabalho do seu garçom é reduzido e o seu atendimento fica muito mais rápido.

Agora que você já conhece as tendências para bares e restaurantes, que tal aplicar na sua empresa?

Se você gostou deste material, assine a nossa newsletter preenchendo o formulário abaixo e fique por dentro de outras tendências para bares e restaurantes e novidades sobre o seu segmento!


Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.