Como tornar eficiente a gestão financeira para restaurante?

Autor: Casa Magalhães Assunto: Data: 30 de janeiro de 2019
Como ter uma eficiente gestão financeira para restaurante?

Tenho certeza que se tem uma surpresa que você não faz questão de ter ao fim do mês, são as contas extras, não é mesmo? Por isso, inicio esse post lhe dando uma dica que com certeza você já sabe, mas provavelmente não pratica: o acompanhamento da gestão financeira para restaurante precisa ser diário!

Mas por que diariamente? Isso se deve não apenas por conta do desperdício, como também pelo custo com o pessoal — o que inclui pagamentos de horas extras e controle de faltas de funcionários. O ideal é começar o dia sabendo o custo da jornada anterior, para ter a possibilidade de resolver qualquer problema antes que ele se agrave.

Para evitar o desperdício, seja exigente quanto ao controle de seu estoque. Com uma boa gestão, é possível reutilizar alimentos por meio de técnicas culinárias que permitem ao seu chef de cozinha a extração máxima da potencialidade de cada ingrediente, sem queda da qualidade.

Continue lendo este post sobre gestão financeira para restaurante e conheça outras estratégias para implantar em seu negócio e obter sucesso. Confira!

Qual é a importância do planejamento, do controle e da análise dos resultados?

Essas são ferramentas indispensáveis para os gestores que desejam atuar de forma estratégica. A sugestão é entender a conjuntura atual do negócio, mensurar os meios que podem ser aplicados e o que será preciso para atingir as metas esperadas — inclusive os recursos de que se precisam dispor.

A partir do planejamento financeiro, o empreendedor pode organizar as diretrizes necessárias para o crescimento sustentável do restaurante. A receita é gerida de forma eficiente e é possível se programar para pagar as despesas mensais e impostos. Simultaneamente, fica mais fácil analisar quais gastos podem ser eliminados ou diminuídos.

O resultado é que o administrador consegue compreender melhor as saídas e entradas de dinheiro, e pode realizar previsões para os meses seguintes. Dessa forma, é capaz de ter um planejamento aperfeiçoado de investimentos para expandir seu restaurante e ampliar a atração de clientes.

Como o gestor financeiro pode calcular o ROI?

De nada adianta entender o que é ROI (ou o Retorno sobre o Investimento), se não souber como calculá-lo. A ótima notícia é que isso não é uma tarefa difícil. Veja:

  • em primeiro lugar, subtraia o valor investido do ganho alcançado. Note que essa importância é o lucro, ou seja, a receita menos o custo;
  • divida essa importância pelo valor do investimento;
  • como o ROI é representado em porcentagem, multiplique o resultado por 100 para obter o valor final.

A fórmula, então, fica assim:

ROI = (Ganho – Investimento) / Investimento

Por exemplo, se você investiu R$100 mil e recebeu R$150 mil, temos:

ROI = 150 – 100 / 100 = 0,5

Em seguida, multiplique por 100, e veja que o seu retorno foi de 50% — ou seja, o empreendedor teve lucro. Se o valor for negativo, significará que teve prejuízo.

É bom ressaltar que o valor do investimento inicial estimado para o cálculo do ROI deve contar com todo o dinheiro envolvido.

Por exemplo, caso o gestor tenha aplicado o seu dinheiro em um fundo de investimentos, ele deve englobar no cálculo as comissões, taxas administrativas e emolumentos — e o mesmo vale para as receitas. Quanto maior o nível de detalhamento, mais exato será o seu resultado e mais útil será o dado obtido.
gestão-financeira

Qual é a importância da gestão financeira para restaurante?

Ter uma boa gestão financeira significa ter controle sobre o seu restaurante, compreender a saúde e as finanças do seu empreendimento, e saber diagnosticar possíveis falhas ou fontes de obstáculos futuros.

Por exemplo, um restaurante com uma gestão financeira eficaz pode se planejar para o futuro. Indo além, pode-se até compreender quanto dinheiro entra no negócio, quanto sai, de onde ele vem e para onde vai — um dos debates mais relevantes para um estabelecimento.

Manter o fluxo de caixa controlado é o mesmo que permanecer com o seu setor financeiro em ordem. Ele é a base para todas as atividades do setor, e afetará o restante se não estiver sob controle.

Além disso, mantê-lo organizado e atualizado garante que a sua empresa obtenha todos os benefícios de uma gerência otimizada. Alguns deles, inclusive, são essenciais para a execução de tarefas simples do cotidiano.

Desperdiçar dinheiro, definitivamente, não é uma das tarefas a constar na lista de um empreendedor. Por isso, é importante fazer com que os gastos sejam diminuídos ao máximo.

É essencial ter o controle diário do fluxo de caixa. Assim, o gestor entenderá qual é o destino da sua receita, quais são os custos fixos que podem ser reduzidos, quais são os problemas que devem ser eliminados e onde estão os eventuais desperdícios do negócio.

Por fim, quando a gestão financeira para restaurante é eficaz, existe um bom controle de estoque sendo aplicado no restaurante. Isso porque o controle de estoque é, junto com o fluxo de caixa, uma das funções mais importantes da contabilidade. Sem essa atribuição, não é possível acertar.

Como realizar uma ótima análise do fluxo de caixa?

Para obter uma análise otimizada, o ideal é implantar um software para auxiliar a gestão do seu estabelecimento. Esses sistemas também possuem versão mobile, o que facilita o lançamento de dados a partir do celular.

Geralmente, esses programas trazem as seguintes funções:

  • gestão de fluxo de caixa inteligente;
  • configuração e emissão de notas fiscais de serviços;
  • elaboração de relatórios;
  • cadastro de clientes e fornecedores;
  • envio e criação de propostas e orçamentos;
  • gestão de contas a pagar e receber;
  • alerta por e-mail das contas a receber e pagar;
  • possibilidade de anexar arquivos;
  • utilização por vários usuários;
  • definição de metas.

Além dessas funções, ainda há lançamento de gastos, entradas de valores em caixa, entre outras.

Como vimos, a gestão financeira para restaurante pode parecer difícil para quem tem apenas um estabelecimento, mas é ainda mais complicada para quem cuida de uma rede. Afinal, será preciso cruzar os dados de cada estabelecimento para ter uma visão real do seu negócio como um todo.

A tecnologia pode ser uma ótima aliada. Um bom sistema de gestão financeira para restaurante permite que o gestor tenha acesso a uma infinidade de dados coletados diretamente dos seus estabelecimentos, melhorando o entendimento sobre o seu controle financeiro.

Gostou deste post? Então, aproveite para saber como otimizar a gestão de compras para restaurantes e bares e se inscreva em nossa newsletter para não perder nenhum dos nossos conteúdos!


Compartilhe:

Outros Artigos Relacionados

Comentários